IMED INOVA PARA APRIMORAR EXPERIÊNCIA ACADÊMICA

COM 129 FUNCIONÁRIOS E 221 PROFESSORES QUE ATENDEM 5.088 ALUNOS EM PASSO FUNDO/RS E PORTO ALEGRE, A IMED OBTEVE NO ANO PASSADO O 15º LUGAR NO RANKING DAS MELHORES EMPRESAS PARA SE TRABALHAR NO RIO GRANDE DO SUL. PARA DAR SUPORTE AO VOLUME DE TRÁFEGO DE REDE E PREPARÁ-LA PARA ACOMPANHAR O CRESCIMENTO DA INSTITUIÇÃO, A HT SOLUTIONS FOI ENCARREGADA DE DESENVOLVER UM PROJETO COM FOCO  NA ALTA PERFORMANCE


Fundada em 2004 na cidade de Passo Fundo, a IMED é uma instituição privada de ensino superior cuja história vem sendo escrita com base no empreendedorismo, na excelência acadêmica e na inovação. Atualmente, oferece 11 cursos de graduação – Direito, Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Sistemas de Informação, Ciência da Computação, Arquitetura & Urbanismo, Psicologia, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e  Administração – além de especialização e MBAs em sete áreas do conhecimento e quatro programas de mestrado.

A alta conceituação em avaliações do MEC faz com que a IMED seja reconhecida por seu compromisso com a preparação de futuros profissionais – esta, baseada em modernos projetos curriculares e metodologias de ensino inovadoras. Desde 2010, a instituição também passou a contar com uma unidade em Porto Alegre, onde oferece cursos de pós-graduação lato sensu e intensivos nas áreas de Direito, Arquitetura & Urbanismo, Engenharia Civil, Gestão, Psicologia e Odontologia.

Com toda essa estrutura à disposição de tantos alunos (e a alta demanda por wi-fi decorrente disso, acarretando queda no desempenho da rede corporativa), a IMED percebeu a necessidade de um upgrade em seus ativos de TI. De acordo com o coordenador de TI da instituição, Gabriel Prestes, em dado ponto da distribuição de rede o tráfego chegava a 1 GB em certos momentos. Para encontrar uma solução, entrou em ação o time da HT Solutions, com o gerente de contas, Ricardo Motta, responsável pela região do Planalto Médio, Alto Uruguai e Missões; e os especialistas em redes Master ASE certificados pela HP Enterprise, Eduardo Steffen e Roberto Gonçalves de Oliveira.

Conforme a equipe da HT Solutions, topologias comuns utilizam as tecnologias Spanning Tree, Rapid Spanning Tree ou Multiple Spanning Tree, oferecendo basicamente a possibilidade de criar caminhos redundantes entre os switches. Os protocolos STP, RSTP e MSTP possuem pontos em comum, notadamente no que se refere à arquitetura ativo x passivo. “Na prática, esses protocolos apresentam um caminho ativo e um redundante passivo. Em caso de falha no link ativo, o passivo assume, gerando um aumento na latência”, explicam os especialistas.

Assim, para assegurar o desempenho e a alta disponibilidade, foi implantado na IMED um core de rede baseado em switches  HPE 5800 – que utilizam a tecnologia IRF (Intelligent Resilient Framework). A solução é ideal para data centers e redes corporativas de larga escala, pois dobra a transferência de dados entre os switches e garante conexões com baixíssima latência. “Esta solução é extremamente simples de operar, tem baixo custo de manutenção, apresenta grande capacidade de expansão e protege os investimentos dos clientes com resiliência”, destaca Ricardo Motta. Segundo ele, os administradores têm a opção de implementar, futuramente, gerenciamento centralizado via IMC e obter controle dos acessos com o ClearPass.

Para o coordenador de TI da IMED, Gabriel Prestes, os primeiros ganhos percebidos foram na performance da rede e na latência que era sentida pelos alunos, principalmente no wi-fi. “Os novos equipamentos suportaram com sobra a nossa demanda e, como wi-fi é um serviço importante para a instituição e impacta diretamente na satisfação do aluno, foi importante realizar esta mudança”, ressalta. Outro ganho destacado por Prestes foi o aumento do uplink com o ponto principal de distribuição de rede para 10 Gb, já que em determinados momentos o tráfego de dados alcança 1 GB. “No data center, os uplinks entre o core de rede e a estrutura de SAN também foram criados com conexão 10 Gb, já prevendo um futuro aumento de tráfego”, explica o coordenador.


CRÉDITO DA FOTO: Divulgação/IMED

Soluções

Estas foram as soluções utilizadas pela empresa

Data Center

Outros cases